Que as memórias afetivas não nos deixe esquecer como nos sentimos de verdade.

Nenhum comentário

Queremos tanto acreditar numa relação que acabamos mascarando as partes negativas, mesmo que estas nos façam tão mal. 

No fundo, aquela pessoa estava te fazendo mal, mas você simplesmente prefere anular essa parte. 

Você sabe, lá no fundo, de tudo que passou, porém o coração grita tão alto que a voz do cérebro quase se abafa. 

O beijo pode ser muito bom, mas só tinha o gosto dos lábios na memória.

O sexo pode ser incrível, mas lembre da bagunça que faz no seu coração.

O abraço pode ser apertado, mas lembra que quase nunca o tinha.

Tem colo que esquenta, mas comum mesmo era a frieza.

A conversa era boa, mas não vale a espera de quando poderia ter uma.

A parceria é enorme, porém não mais frequente que as brigas.

Não tenha medo de se retirar de tudo e de todos, até de si mesmo para colocar a cabeça no lugar. Recomponha-se. Leva tempo, mas vai perceber que, apesar de parecer,  isso não dura para sempre.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s