Fábula do sol e a lua

Nenhum comentário

Quando o Sol e Lua se encontraram pela primeira vez, se apaixonaram perdidamente e a partir daí começaram a viver um grande amor.

Acontece que naquela época o mundo ainda não existia e no dia que Deus resolveu criá-lo , deu-lhes então o toque final… o brilho..

Ficou decidido também que o Sol iluminaria o dia e a Lua iluminaria a noite. Assim sendo, seriam obrigados a viverem separados.

Abateu-se sobre eles uma grande tristeza quando tomaram conhecimento de que nunca mais se encontrariam. 

A Lua foi ficando cada vez mais amargurada, mesmo com o brilho que Deus lhe havia dado. Foi ficando cada vez mais solitária.

O Sol por sua vez havia ganhado o título de astro-rei, mas isso também não o fez feliz.

Deus então chamou-os e explicou:

– Você Lua, iluminará as noites frias e quentes, encantará os enamorados e será diversas vezes motivo de poesia.

– Tu, Sol, fornecerá calor para o ser humano, iluminará os dias e sua simples presença fará as pessoas mais felizes.

Hoje eles vivem assim, separados.

O Sol finge que é feliz e a Lua não consegue esconder que é triste.

O Sol esquenta de paixão pela Lua e a Lua ainda vive na escuridão da saudade por ele.

Acontece que Deus vendo isso, deu à humanidade uma lição importante: a de que nenhum amor é impossível.

Para o Sol e Lua, Deus criou então o Eclipse, momento em que eles podem novamente se encontrar se amar e ainda encantar a todos que observam. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s