Como as palavras podem te salvar. O poder do diálogo.

Nenhum comentário
o-poder-do-dialogo
O poder do diálogo

Se está ruim, fale para melhorar. Se está triste, fale para conseguir se alegrar, se está com problemas, fale para tentar resolver. Se alguma situação está mal resolvida, fale para que não haja mal entendido.

Muitas situações e brigas são causadas pela falta de diálogo. Quando não falamos abertamente para a outra pessoa o que sentimos, ela não tem como descobrir. Ninguém lê a mente do outro e não podemos esperar que isso aconteça. Diversas brigas e separações entre casais, amigos, ou relações familiares e de trabalho são causadas por uma palavra que não foi dita, por uma conversa que não aconteceu.

Ficar com a vontade entalada na garganta não é bom para você e para ninguém. Isso pode causar até mesmo sintomas como estresse e dores de cabeça. As pessoas se machucam, muitas vezes por coisas que nem precisavam. Costumamos criar tantas situações dentro da nossa cabeça e na hora de resolver, muitas vezes, nem era tão ruim quanto você pensou, pode ser até bem simples. Pois quando imaginamos uma cena, automaticamente também imaginamos as respostas do outro, mas pode ser que essa resposta te surpreenda e não seja nada do que você esperava. Você não saberá até ouvir.

Não ache que com o tempo pode melhorar. O tempo é bom, mas não resolve tudo. Quem resolve é você, sua atitude e a vontade de resolver. Se demorar, pode até ser tarde demais.

Caso não consiga dizer o que precisa, escreva, organize os pensamentos, mande por mensagem, mande música. Mas mande.

Não é para sair por aí dizendo tudo o que acha sobre qualquer um e qualquer coisa. Nem deixar acumular e gritar tudo na hora da raiva. Afinal, quanto mais você acumula o assunto na sua cabeça e quanto mais fica remoendo tudo que precisava dizer e não diz, mais chance de acabar se exaltando e acabar falando coisas que não deveria. Respeito é bom e todo mundo gosta. Mas é preciso expressar.

Expresse também as coisas boas. As ruins nós sabemos bem quando queremos externar, as boas ficam esquecidas. Aquele eu te amo sem motivo, o agradecimento, a importância sem ser data comemorativa.

Já dizia o Chacrinha: “Quem não se comunica, se trumbica”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s